sexta-feira, 30 de agosto de 2013

O MEC E AS NOVAS OPORTUNIDADES, PARA ALUNOS E PARA PROFESSORES


O MEC continua uma coerente política de não deixar que ninguém se perca, todos se transformem, através de novas oportunidades.
Aos alunos que não servem oferece-lhes o ensino vocacional, aos professores que não servem oferece-lhes a requalificação e em seguida o desemprego.
A questão é que, tal como os alunos não deveriam ser "condenados" ao ensino vocacional de forma "administrativa", duas retenções, boa parte destes professores ficarão sem trabalhar, não porque sejam incompetentes, a maioria não o é, não porque não sejam necessários, a maioria é, mas “apenas” porque é preciso cortar, custe o que custar.
Assim se cumpre um política educativa que em aspectos substantivos não passa de um exercício de contabilidade.

1 comentário:

Anónimo disse...

Os Milagreiros!

A Escola Superior de Desporto de Rio Maior cujo custo, em 23 de Março de 2011, já ascendia a 18 milhões de euros…

Foi inaugurada pelo Sr. Ministro da Educação, Prof. Nuno Crato, em 24 Maio de 2013, com um custo anunciado de cerca 13,5 milhões de euros!

Uma tragédia, sem dúvida, para as finanças públicas, ou seja, para nós. Pena é que o ridículo não pague imposto… pelo alívio que dessa cobrança adviria para as famílias portuguesas. As mesmas que fazem as delícias do discurso político deste Governo, sempre predisposto a cortar o poder de compra, e a confundir direitos fundamentais com regalias…

http://videos.sapo.ao/Z8RBcTU8gvd36nQeTpMf
http://semanal.omirante.pt/noticia.asp?idEdicao=587&id=75308&idSeccao=8151&Action=noticia
http://www.youtube.com/watch?v=_epZTM5R1Io
http://www.oribatejo.pt/15-anos-depois-a-escola-de-desporto-de-rio-maior-chegou-a-casa-videos/