quinta-feira, 10 de março de 2016

PROFESSORES QUE CANTAM

O final de tarde de ontem foi passado numa estimulante s simpática conversa com professores em Abrantes em torno das dificuldades e da necessidade de conseguirmos responder o melhor possível às diferenças entre os alunos, a a mais óbvia e inultrapassável característica de qualquer grupo de alunos de qualquer das nossas escolas.
Como não podia deixar de ser reflectiu-se como muitas das circunstâncias e o clima que de uma forma geral se foi instalando nas escolas são pouco amigáveis para esse trabalho tão necessário quanto difícil.
As dificuldades e o clima as escolas são assuntos recorrentes nas conversas com e entre professores.
No entanto, a minha passagem por Abrantes começou por algo que me pareceu muito positivo e estimulante.
Refiro-me à actuação empenhada, divertida e competente do Grupo de Cantares do Agrupamento nº 1. O Grupo é constituído por docentes, funcionários, alguns pais e alunos. Será uma reformulação em modo musical da ideia de comunidade educativa. Tem ainda particularidade de ter como maestro um professor de Educação Física num exemplo, mais um, dos múltiplos talentos dos professores.
Vim mais optimista, obrigado pelo convite.



2 comentários:

José Tomé disse...

Num tempo de imposição de metas, de desmotivação, de valorização do individualismo, é bom saber que "há sempre alguém que resiste". E resistir às adversidades com música é bonito!

Zé Morgado disse...

É mesmo!